segunda-feira, 20 de abril de 2015

Amarga

Me amarga a tua ausência, e eu faço birra pra te ter aqui.
Por ver o mundo do jeito tão nosso 
e ter medo que pra você não seja da mesma forma.
É engraçado, aprendi contigo a ser assim.
A ver amor em todas as coisas, a ter amor como primeira importância.
Egoísmo desse amor te querer antes de todo mundo, 
me certificar de que tudo em nós é verdade pra depois te deixar ir.
Já disse: coração não confia em nada com você longe. 
Parece que ele fica longe também.

2 comentários:

  1. Muito obrigada! Sou só felicidade quando toco de verdade pessoas, um beijo!

    ResponderExcluir